sexta-feira, 2 de março de 2012

Pular Elástico

Uma brincadeira que pode ser utilizada e adequada aos objetivos da educação física é pular elástico. Alem de ser aeróbica e promove desenvolvimento da capacidade cardiovascular, desenvolve a concentração, a coordenação, a cooperação e a memorização. Não esquecendo do trabalho muscular que é proporcionado pela atividade.
Preciso comentar que é o equipamento mais barato a ser utilizado pela educação física e os ganhos são inúmeros.
Existem variações de movimentos e regras para pular elástico, portanto se você conhecer alguma variação, idéias ou regras, envie-me. É só comentar e contribuir.
         Vou postar uma seqüência didática de como adequar esta atividade à Educação Física.
         Equipamento: adquira um elástico de 6m e amarre as duas pontas. Pronto! Para uma turma de 30 alunos prepare seis elásticos para que cada elástico fique com um grupo de 5alunos e isso proporciona mais oportunidade de participação por aula.
1º momento: Divida a turma em grupos e distribua os elásticos com a seguinte orientação: cada grupo deverá conversar e identificar quantos já brincaram ou não de pular elástico. Caso alguém o tenha feito mostra aos outros que ainda não tiveram a oportunidade. Deixe que os alunos manusear e conversar por um tempo de 15minutos.
2º momento: Reúna todos novamente e promova um diálogo a respeito.
3º momento: Apresente a brincadeira com regras estabelecidas.
Regras:
1-Dois alunos para apoio do elástico.

2- A atividade é dividida em fases e cada fase tem três níveis.
Níveis: alturas:
1º nivel: elástico apoiado no tornozelo;
1º nivel: elástico apoiado na pantorrilha;
1º nivel: elástico apoiado no Joelho;
 – cuidar com a sobrecarga, níveis de altura acima do joelho pode cauzar sobrecarga na região lombar, joelhos e tornozelos.
Fases:
1ª Fase: Simples: com os pés afastados na largura dos ombros.
2ª Fase: Justa: com os pés unidos.
3ª Fase: Cega: com os pés afastados na largura dos ombros, porém com venda nos olhos.
3- Ensinar a seqüência de movimentos:
ì   Pular dentro.

ì   Pular fora.
ì   Pular sobre, cada pé em um elástico.
ì   Pular fora
ì   Girar
ì   Pular e cair entre elásticos
ì   Pular com os dois pés unidos sobre um dos elásticos.

 ì   Pular com os dois pés unidos sobre o outro lado do elástico.

ì   Pular com os dois pés sobre um dos elásticos de maneira que fique entre os pés e não seja tocado.


ì   Repetir com o elástico do outro lado.
ì   Pular com os pés paralelos para fora dos elásticos, em um dos lados.
ì   Realizar o movimento de gancho, atravessando com um dos elásticos sobre o outro.
 ì   Repetir o movimento do gancho do outro lado.
ì   Saltar para fora do elástico. Pronto! terminou o primeiro nível.

4º Momento: Dividir a turma em grupos para iniciar a brincadeira. Oriente para que todos tenham a oportunidade de participar e cuidar para que os alunos do apoio do elástico sejam revezados coordenadamente. Ou seja, quem já pulou troca de lugar com quem está apoiando o elástico. Passe pelos grupos dando apoio e orientando para garantir o sucesso da brincadeira. Proporcione um tempo grande a eles.

5º Momento: Junte a turma novamente para conversar... Deixe que eles se expressem e contem até que nível conseguiu, quais foram às dificuldades, etc. Faça as considerações que achar importante.

6º Momento: Dê a eles mais um tempo para realizar a brincadeira, mas agora redistribua os grupos para que todos possam brincar juntos, oportunizando a interação entre colegas.

7º Momento: Reúna todos e proponha a criação de uma nova fase para a brincadeira, com movimentos e seqüências diferentes. Orientem para que façam pequenas anotações para lembrarem-se até a outra aula, pois é bem provável que uma aula não seja o suficiente para este momento.
8º Momento: Reformule os pequenos grupos e deixe a criatividade deles fazer o resto. Anote o nome dos integrantes dos grupinhos para que na outra aula possa continuar o processo criativo. Mas lembre-se a sua interferência e apoio neste momento é crucial para o sucesso da atividade, portanto fique visitando os grupos para sanar pequenos conflitos de idéias e dar voz a todos.
9º Momento: Chegou a hora de cada grupo apresentar à turma toda a fase que construíram. Um grupo de cada vês deve faze-lo.
10º Momento: Neste momento, o grupo um se divide cada um será o professor de um grupo para ensinar a nova fase aos outros grupos. Depois será a vez do grupo dois ensinar e assim sucessivamente até que todos os grupos aprendam a fase de todos os grupos. E haja memória...Este momento poderá levar algumas aulas para ser desenvolvido. Não tenha pressa e se puder registre com fotos cada nova fase.

Com alunos do ensino fundamental, series finais, pode-se promover um concurso de fases, um torneio dentre outras possibilidades.

Lembre-se que a motivação é o fator essencial para o sucesso de suas atividades. Envolva-se, motive-se e os alunos certamente perceberão e refletirão na atividade.


6 comentários:

  1. Muito bom mas quando eu brincava as fases e niveis eram diferentes, totalmente diferente eu brincava ate chegar na cintura.

    ResponderExcluir
  2. Olá Sara...Obrigada pela contribuição. Fica o convite para que possas compartilhar conosco a forma como brincava na infancia. Abraço

    ResponderExcluir
  3. muito obrigada loreny vou fazer um trabalho na facu e esse seu passo a passo do elástico irá me ajudar muito, valeu mesmo beijos Luane...
    Você é professora de ballet?

    ResponderExcluir
  4. OI Luane. Obrigada pela visita no blog. Trabalho com dança infantil também, mas venho da educação física. Abraço

    ResponderExcluir
  5. Esta é a descrição de como eu brincava na infancia e fiz algumas adaptações para ser utilizada na escola.

    ResponderExcluir