segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

GINÁSTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Conteúdo: Ginástica

Empolgante e gratificante é como posso definir o trabalho com esse conteúdo. Nas séries iniciais a participação é total, sendo justamente onde o desenvolver desse conteúdo torna-se importante, pois o desenvolvimento infantil está a todo vapor. No entanto nas séries finais do Ensino Fundamental, onde as escolhas e opiniões começam a ser expressas, sempre teremos alunos que não se identificam e ficam menos empolgados. E devemos respeitar a individualidade ao mesmo tempo em que se motiva e incentiva.

Obviamente que formar atletas de auto-nível não é o objetivo, mas sim proporcionar a experimentação de diversas possibilidades corporais e a oportunidade de conhecer a ginástica como elemento histórico e mutante, pois ao longo da história foi se adaptando ás tendências sociais.

Em seguida vou postar minha forma de trabalhar com ginástica escolar. Embora em escola pública os recursos materiais sejam poucos, com algumas adaptações pode-se realizar um trabalho de qualidade.

Mas Como trabalhar Ginástica na Educação Infantil?

A modalidade de ensino onde comecei minha carreira como professora e pela qual expresso maior admiração. Foram eles, meus primeiros alunos do antigo pré-escolar que me ajudaram na minha busca pela formação em Educação Física. Foi estudando sobre o quanto o movimento era importante para o desenvolvimento deles que percebi que deveria continuar estudando.
Portanto:

  • A combinação, música e movimento é sempre bem aceita pelas crianças. A utilização de músicas infantis ou até mesmo da rainha dos baixinhos, com objetivos pré-estabelecidos é sucesso na certa. Sem dúvida todos os volumes do XSPB foram sem dúvida os melhores trabalhos da Xuxa, além de outros autores.
  • Os movimentos dos Animais são pra eles empolgantes e uma ginástica natural adaptada a Educação Infantil é certamente eficaz.
  • Acalmar para depois iniciar a atividade. Como eles são pura energia é preciso que eles estejam calmos para entender bem os comandos do professor.
  • Falando em comandos do professor, eles precisam ser claros e repetidos quantas vezes forem necessárias. Não é prontamente que a criança percebe o comando, pois como ela está ligada em tudo e prestando atenção no mundo a sua volta, pode ser que, por exemplo, um passarinho na arvore esteja lhe chamando mais atenção que o comando do professor. Certamente não é hiperatividade ou qualquer outra dificuldade de aprendizagem e sim inteligência e capacidade acima da nossa.
  • Importante lembrar que nesta faixa etária a criança não fica longos períodos concentrada na mesma atividade, portanto utilizar várias atividades com curta duração é mais recomendável que uma de longa duração.
  • Importante propor atividades de Subir / descer, Em cima / embaixo, de localização, (em cima da mesa, embaixo do armário), Dentro / fora, Grande/ pequeno, maior ou menor, Curto/ comprido, Fazer caminhos retos com giz colorido, curto e comprido, Esticar pedaços de barbante curto e comprido, Balões com cordões curto e comprido, Alto / baixo, Aberto / fechado, Abrir e fechar, com o intuito de desenvolver a orientação espacial.
  • Para ter sucesso com essa garotada é preciso conquistá-los a ponto de obter uma relação de cumplicidade para que o envolvimento seja total durante as atividades.
  • Importante permitir que a criança fique no comando da brincadeira, assim que perceber-se segura oferecendo a oportunidade para que crie, invente, produza.
Sugestões de atividades para crianças de 4 e 5 anos.

Atividade 1: Movimento Natural - Andar
Com a voz de comando do professor, a criança deve:
Andar pelo espaço da sala, andar mais lento, andar rápido, andar de lado, andar na ponta do pé, andar com um pé só, andar pulando com os dois pés juntos (coelho). Andar por entre os obstáculos, andar com as mãos na cabeça, andar com um dedo no nariz, com as mãos na cintura, andar marchando, com as mãos no joelho, com um pé na frente do outro.
Pode-se repetir os comandos mais de uma vez.
Para descontrair: em circulo realizar a brincadeira do MORTO-VIVO e ETÁTUA.

Atividade 2: Conhecendo o corpo

Estando os alunos organizados em um grande circulo, utilizando uma só bola, sentados, devem passar a bola para o colega ao seu lado (sem jogar).Iniciar a atividade com a execução lenta e aumentar a velocidade gradativamente. Adicionar aos poucos mais bolas na brincadeira. Trocar de sentido, de horário para anti-horário. 
Cada aluno, com uma bola de pano. Rolar a bola na perna, do pé para a coxa e da coxa para o pé. No braço, na barriga. 
Sentados em circulo, com as pernas estendidas e unidas, pedir aos alunos que encostem as mãos nos pés e retorne com os braços acima da cabeça.
Para a próxima seqüência de exercícios, explore todas as possibilidades de movimento. Movimentar os pés, os joelhos, os ombros, a cabeça, a cintura. 
Sentados em círculos com as pernas afastadas, executar os movimentos da seguinte forma: Mão direita no pé direito, Mão esquerda no pé esquerdo, Mão direita no pé esquerdo, Mão esquerda no pé direito, As Duas mãos no pé esquerdo, e em seguida no pé direito.
Ainda em circulo, porem em pé, Brincar de “MORTO / VIVO”, onde morto é a posição agachada e vivo a posição em pé. Variação: colocar um aluno para o comando da brincadeira. Sugestão: Aproveitando a organização em circulo, trabalhe a música a seguir com gestos. Ensine e repita a musica algumas vezes.

CABEÇA, OMBRO, Joelho E PÉ.
Cabeça, ombro, Joelho e pé, Joelho e pé
Cabeça, ombro, Joelho e pé, Joelho e pé
Olhos, ouvidos, boca e nariz
Cabeça, ombro, Joelho e pé, Joelho e pé
(XSPB)
Para volta a calma pedir que deitem e estendam os braços para cima em direção ao teto, movimentando os dedos. Ao comando do professor diminuir a velocidade do movimento até parar. Descer as mãos até o coração e fechar os olhos. Permaneça assim pelo tempo que os alunos permitirem, mas pelo menos 45 segundos.

Atividade 3: Coordenação Motora Ampla

            Estando os alunos à sua frente trabalhe primeiramente as posturas,
• Postura em pé: estando os alunos em pé, o professor se posiciona de forma a ficar com a coluna ereta, pernas e pés unidos, braços ao longo do corpo, queixo para frente;
• Postura sentada: estando os alunos sentados no chão, o professor posiciona-se de forma a ficar sentado com as pernas cruzadas (como na Yoga), coluna ereta e mãos sobre os joelhos;
Realizar gestos em pé, lentamente e incentive a criança para te acompanhar, imitando seus gestos, como:
  • Rotação, flexão e extensão do pescoço, flexão lateral do pescoço( para esquerda e para direita.
  • Flexão frontal e lateral do tronco com as mãos na cintura
  • Elevação e depressão, rotação dos ombros, em ambos os sentidos.
  • Elevação frontal dos braços estendidos e rotação das articulações do ombro (simultaneamente e alternadamente)
  • Elevação frontal dos braços estendidos e rotação das articulações do ombro (simultaneamente e alternadamente)
  • Circundação do quadril (da direita para a esquerda e da esquerda para a direita)
  • Elevação frontal da perna alternadamente, estendida e flexionada.
  • Elevação lateral da perna alternadamente, estendida e flexionada.
  • Flexão simultânea dos joelhos.
  • Dar um passo à frente e voltar
  • Dar um passo a traz e voltar
  • Dar um passo lateral e voltar
  • Balanças o corpo
  • Balançar os braços
  • Movimentar os braços imitando uma tesoura, nado e vôo.
  • Pés unidos, flexionar o tronco para frente, em ângulo reto e em seguida em ângulo agudo.
  • Pés separados, flexionar o tronco para frente, em ângulo reto e em seguida em ângulo agudo.
Em um outro momento, pode adaptar esses movimentos para a postura sentada, tornando a aula divertida.

Movimentos com as mãos
  • Abrir e fechar as mãos (alternadas e depois as duas ao mesmo tempo)
  • Rotados punhos.
  • Movimentos dos dedos um de dada vês e simultaneamente.
  • Mãos fechadas, abrir um dedo de cada vez
  • Movimento de supinação e pronação.
  • Mãos frente á frente, abrir e fechar os braços
  • Gesto de lavar as mãos
  • Fazer sinal de “positivo” (polegar para cima)
  • Fazer sinal de “negativo” (polegar para baixo)
  • Acenar (como dizendo “adeus”)
  • Balançar as mãos
  • Colocar as mãos juntas, postas como para uma prece (primeiro com os dedos esticados, depois com os dedos cruzados)
  • Acariciar o colega ao lado
  • Cumprimentar o colega ao lado

Movimentos com os pés :
  • Realizar a Flexão Plantar - Flexão Dorsal
  • Realizar a Inversão e Eversão Abrir os pés (para fora)
  • Movimentar os tornozelos (alternados)
  • Movimentar os dedos (quando descalços)
  • Movimentos com os pés (em pé)
  • Tocar uma ponta do pé no chão (alternar)
  • tocar um calcanhar no chão (alternar)
  • ficar na ponta dos dois pés
  • ficar sobre os dois calcanhares
  • afastar a ponta dos pés
  • afastar os calcanhares
  • ficar sobre um pé só (alternar)
  • Pemanecer sobre a ponta dos pés
Atividade 4: Sincronismo

Oriente as crianças para andarem livremente pela sala, depois proponha a realização de exercícios diferentes; Movimentos de pernas e braços, sincronizados o que ajuda no desenvolvimento da coordenação motora:
Em pé:
  • Com a perna e braço direito, realizar movimentos como elevar á frente, ao lado ou atrás do corpo. Movimentos de rotação com amplitude pequena. Movimentos de Flexão e extensão. Repetir com o lado esquerdo.
  • Mover livremente pernas e braços do lado direito depois lado esquerdo.
  • Tocar o pé direito com a mão direita, repetindo com a esquerda.
  • Tocar a mão direita no pé esquerdo.
  • Tocar a mão esquerda no pé direito.
  • Elevar uma perna por vês e abraçá-las.
  • Estando de Joelho, levantar-se sem a ajuda das mãos.
  • Em duplas e de mãos dadas as crianças levantam da posição de cócoras, levantam-se simultaneamente e na seqüência, alternadamente.
Deitados:
  • Elevação das pernas (alternadas)
  • Elevação das pernas (simultaneamente)
  • Flexão das pernas, trazendo os joelhos até o peito (alternadas, depois simultaneamente).
  • Elevar as pernas e fazer movimentos de tesoura.
  • Elevar as pernas e fazer movimentos de bicicleta
  • Flexionar as pernas fechadas sobre o corpo.
Atividade 5: Equilibrando

Movimentos na ponta-dos-pés:
Consiste em manter-se na ponta-dos-pés e realizar as seguintes posturas:
  • Com os olhos abertos
  • Com os olhos fechados
  • Com os braços abertos
  • Com os braços ao longo do corpo
  • Com os pés juntos
  • Com os pés separados
Caminhar
  • Sobre uma corda estendida no chão
  • Uma escada da madeira colocada no chão
  • Arcos (Bambolês) postos sobre o chão
Pode-se criar um circuito para os movimentos


Atividade 6: Movimentos Faciais
Em circulo, explore os movimentos faciais o máximo possível. Proponha os seguintes movimentos:
  • Piscar: com um olho, com o outro, alternando direito/esquerdo, simultaneamente direito/esquerdo, arregalar os olhos.
  • Olhar: através de um canudo formado com uma das mãos (alternar mão e olho), através de um binóculo formado com duas mãos, sem virar a cabeça olhar para o colega da direita e depois da esquerda, para o chão sem abaixar a cabeça e para o teto sem elevar a cabeça.
  • Abrir e fechar a boca
  • Abrir a boca ao máximo.
  • Fechar a boca ao máximo.
  • Com a boca aberta, movimentar a língua para o lado direito, para o esquerdo, fazer movimentos rotatórios com a língua. Com a boca fechada, pressionar as bochechas com a língua (alternar)
  • Encher as bochechas de ar (alternar e depois as duas juntas)
  • Estalar a língua
  • Assoprar
  • Assobiar
  • Franzir o nariz
  • Sorrir
  • Fazer expressões de tristeza, espanto, preocupação, brabo, pensativo.
  • Movimentar os lábios
  • Mastigar
Fazer caretas, além de divertido estimula a criatividade. Propor a criação de diversas caretas, onde a criança vai criando e compartilhando.
Estas são idéias que podem servir como base para inumeras idéias  de acordo com a realidade escolar . Mais propostas em breve...

Atividade 7 - Gestos diários
Pode ser realizado em pé ou sentado. Assim que as crianças desenvolverem a percepção desses movimentos pode também utilizar as mímicas para tornar mais lúdica a atividade.


  • Espreguiçar
  • Bocejar
  • Esfregar os olhos
  • Coçar a cabeça
  • Lavar as mãos
  • Lavar a cabeça
  • Lavar o rosto
  • Escovar os dentes
  • Pentear os cabelos
  • Limpar as orelhas
  • Tomar banho
  • Coçar a barriga
  • Calçar os sapatos
  • Abotoar o casaco
  • Comer
  • Mastigar
  • Beber
  • Engolir
  • Fazer carinho
  • Dar beijos
  • Dar abraços
  • Tossir
  • Espirrar
  • Dormir
  • Acordar
  • Abrir a boca
  • Rebolar
  • Fechar ao olhos
Atividade 8 – Em duplas
Orientar as crianças para realizarem as atividades com as mãos dadas.

  • Braços para frente
  • Braços para baixo
  • Inclinando o tronco para frente
  • Inclinando o tronco para trás
  • Marchar no mesmo lugar
  • Balançar os braços
  • Dar um passo para frente
  • Dar um passo para trás
  • Andar para a direita
  • Andar para a esquerda
  • Colocar um pé para frente (alternar)
  • Flexionar o joelho (alternar)
  • Ficar sobre um pé só (alternar)
  • Agachar
  • Ajoelhar
  • Sentar
  • Deitar

Atividade 9 – Memória de movimentos
Crie uma seqüência se movimentos simples e aumente o grau de dificuldade de acordo com a resposta da criança.  As crianças repetem a seqüência que você demonstrou.
  • Tampar os ouvidos, cruzar os braços, erguer uma perna e elevar os ombros.
  • Dar um passo a frente, flexionar e estender os joelhos, abrir os braços e ficar na ponta dos pés.
  • Bater uma palma, dar um chute no ar, abrir e fechar as mãos e mexer a cabeça.
Crie novas seqüências e divirta-se...

Um comentário:

  1. Amei seu trabalho! vai me ajudar a complentar meu plano de aula bjim bom domingo.

    ResponderExcluir